Acontece

Eventos

Tecnologia de aplicação é tema do 1º Treinamento Técnico Integrado/Forquímica

A manhã foi de muito conhecimento para agricultores, estudantes e professores do curso de Agronomia.

Centro Universitário Integrado

publicado em 27/09/2016 17h46 | atualizado em 27/09/2016 17h52

O 1º Treinamento Técnico Integrado/Forquímica: tecnologia de aplicação reuniu agricultores, professores e acadêmicos do curso de Agronomia da Faculdade Integrado. No câmpus da Instituição, o grupo participou de uma palestra que abordou o tema do Treinamento. Segundo Allan Ricardo Nogueira Marques, representante comercial da Forquímica, a tecnologia de aplicação é uma das ferramentas essenciais para realizar a adequada cobertura da área da plantação e, com isso, diminuir as doenças e pragas existentes no milho e na soja. “O nosso objetivo é mostrar os fatores que podem influenciar sobre a aplicação”, disse Allan.

O evento também teve a parte prática, momento em que os participantes presenciaram uma simulação de pulverização e constataram alguns problemas que podem acontecer.

De acordo com Leandro Meert, responsável pelo evento juntamente com o professor Antônio Krenski, a ideia é que vários treinamentos técnicos sejam realizados nos próximos meses. Foram apenas 30 vagas, sendo que 15 eram destinadas aos estudantes que podiam levar um acompanhante. “Muitos chamaram os pais, que aproveitaram para ver como é o dia a dia, conhecer a Instituição e os professores. Houve uma interação entre o meio acadêmico, as empresas e os pais”, acrescentou o professor.  

O acadêmico Henrique Julio Abegg, do 4º período de Agronomia, é um exemplo dessa afirmação. Ele e seu pai Valmir passaram a manhã no câmpus. “Foi uma oportunidade de conviver mais com meu filho, de aprender junto com ele”, declarou Valmir. Para Henrique, “foi mais conhecimento para poder levar para a propriedade e para o mercado de trabalho”.   

 Sobre a parceria entre a Faculdade Integrado e a Forquímica, uma das maiores indústrias do setor de fertilizantes líquidos da América do Sul, Allan afirma que a proximidade entre os dois prepara os estudantes para o mercado de trabalho. “O Treinamento possibilita que eles saiam a campo já conhecendo qual é a realidade, tudo que vem acontecendo”, afirmou. Ele também reforçou que a teoria e a prática formam a dupla perfeita para o aprendizado.

Quem passou pelo local também pôde ver a demonstração de um pulverizador da Case, empresa de produtos agrícolas.